sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

Felicidade já!

Adoro quando abro os olhos e vejo, e sinto que meu dia vai ser bom e feliz. Sabe aquele tal de sexto sentido feminino, então, ele é apuradíssimo em mim. O problema é que esta sensação não me aparece todos os dias. Nessas horas me vem à cabeça a tal da rotina. Minha vida, meu dia-a-dia, meu humor muda constantemente com a direção do vento, até mesmo quando muda o tempo. Se ela realmente existisse minha primeira atitude seria baixar um decreto: "felicidade já" em todos os dias da minha vida. Ah, que delicia seria viver! Mas que nada felicidade é coisa que vem e vai embora no dia seguinte, às vezes dura horas ou então, pra dar uma variadinha, uns dois dias no máximo e depois vai bater em outra porta, em outra freguesia. E eu que não sou boba nem nada, assim que ela sai, "I close the door" rapidinho sempre na esperança de que num lapso de memória ou num momento de pura distração sua magestade se engane de endereço e dê o ar da graça. Como disse Guimarães Rosa: "felicidade se acha em horinhas de descuido".
Pra ter a felicidade de volta vale até mesmo mudar de endereço; não, aí já estou delirando, claro, porque endereço sim é coisa de rotina, a não ser para quem não o tenha, que viva à deriva. Enfim, já que "the lady of happiness" fica nesse vai e volta o que me resta então é chamar por ela sempre que acordar . Acredito em pensamento positivo. Que os bons ventos a traga sempre pra mim e que o universo esteja sempe a meu favor . Tóc...tóc...tóc... :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário