quinta-feira, 11 de agosto de 2011

A palavra e o silêncio - T. Athayde






É na riqueza
do nosso silêncio interior
que se forma a qualidade
de nossas palavras. :)
(Tristão de Athayde)






Amizade = Companheirismo





Ainda que , hoje em dia, exista o tal jogo de interesses em qualquer tipo de relacionamento pessoal, acredito que, mesmo assim, a amizade verdadeira existe e é um bem muito precioso que precisamos conservar sempre. :)

domingo, 7 de agosto de 2011

Frase da semana!



Doce é ter Deus no coração!

Esta delícia de frase eu ouvi, hoje, na hora e no lugar certo; o conforto que eu tanto precisava naquele momento.

Depois, já em casa, me veio à mente uma outra de Caio F. Abreu que diz:

Repito todas as manhãs, ao abrir as janelas para deixar entrar o sol ou o cinza dos dias, bem assim: que seja doce!

*Pra mim, uma tem tudo a ver com a outra, uma completa a outra. Então, que o dia seja doce, que a semana seja doce, que a vida seja doce, sempre, com Deus no coração! :)


Coisas que eu sei - Danni Carlos






* Adoro esta música.

...o medo mora perto das ideisas loucas! Com certeza!!! :)

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Os Smurfs - relembrando


Delícia..eu quero assistir!!! Não dá pra esquecer mesmo!!!

Eu adorava assistir Os Smurfs na tv, junto com minha filha. Não dá para esquecer aqueles adoráveis serezinhos azuis, alegres, brincalhões, atrapalhados, lutando contra o velho Gargamel. Não esqueço também aquela musiquinha que eles cantavam o tempo todo "la-la-lalala-la"; continua viva na minha cabeça.

Depois, fomos a São Paulo assistir a peça. Tudo muito lindo, encantador, cenário maravilhoso. Daí em diante me apixonei ainda mais pelo desenho. :)


Trouxe (copiado e colado rs) alguns dos personagens para relembrar:

*Papai Smurf
É o chefe da vila e o único que veste uma cor diferente. Enquanto todos os Smurfs usam uma calça e um gorrinho branco, o Papai Smurf se veste de vermelho.

*Smurfette
É a única Smurf menina. Na verdade, ela foi criada pelo vilão Gargamel para atrair os Smurfs para uma cilada. Só que o plano acaba dando errado, e ela fica na vila junto com os outros azuizinhos.

*Gargamel
É o vilão. Seu sonho é destruir os Smurfs. No começo, ele queria os serezinhos como ingredientes de uma poção para fazer ouro. Mas, depois, sua ambição virou apenas destruir os Smurfs.

*Gênio
É o mais inteligente e o único que usa óculos. Ele inventa coisas e tem a mania de sempre corrigir os erros dos outros.

*Robusto
É o mais forte. Consegue levantar pedras e outras coisas muito pesadas. Ele passa as manhãs se exercitando e tem uma tatuagem com um coração no braço.

*Ranzinza
Ele nunca fala nada. A não ser que odeie alguma coisa. Esse Smurf sempre está com a cara emburrada e, não importa o que alguém sugira, ele vai ser do contra.

*Desastrado
É um dos mais famosos e mais queridos entre o público. Mesmo assim, entre os Smurfs, ele não está entre os mais populares. E não é sem motivo. Se alguma coisa errada está acontecendo, pode ter certeza: o Desastrado está no meio da confusão.


**Nessa nova aventura, os Smurfs deixam sua aldeia no meio da floresta e vão parar no centro de Nova York. :)


Os Smurfs no cinema - trailer





Curiosidades sobre Parabéns A Você!

Achei que seria legal trazer pro blog umas curiosidadezinhas particulares sobre a letra da música Parabéns A Você.

Aqui em Pindamonhangaba, onde moro há +/- 30 anos, todos têm muito orgulho de ter sido uma pindamonhangabense ( ou pindense ) a vencedora do concurso para traduzir, do inglês para o o português, a música mais cantada do mundo "Happy Birthday To You". Dona Bertha, professora e poetisa concorreu com mais 5.000 participantes; sua quadrinha foi escolhida por um júri composto por membros da Academia Brasileira de Letras há 70 anos atrás! Na época a professora tinha 40 anos.

O que mais ouço falar aqui na cidade, e que está registrado em todas os artigos que li, é o fato de que a autora não gostava nem um pouco de ouvir tal música cantada de forma diferente e não do jeito que ela escreveu, tipo:

O correto é:
Parabéns a você... e não Parabéns pra você


Nesta data querida... e não Nessa data



Muita felicidade... e não muitas felicidades
(Dizia que felicidade é uma só)

O que ela não gostava também era do "é pique, é pique" depois de terminada a música.

Dona Bertha defendeu, até sua morte, em 1999, o modo certo de se cantar a letra Parabéns A Você, no entanto, a música caiu no gosto popular como Parabéns Pra Você e assim continua até hoje e certamente assim vai ser para sempre. Aí cabe aquele velho ditado que diz: a voz do povo é a voz de Deus! :)

Deixo aqui minha homenagem à autora:

Parabéns a você/ Nesta data querida/ Muita felicidade/ Muitos anos de vida! :)





quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Parabéns A Você !

A melodia de "Parabéns a Você" tem origem na canção "Good Morning to All" ("Bom dia a todos"), das irmãs e professoras norte-americanas do Kentucky, Mildred e Patricia Smith Hill, que resolveram compor uma canção para as crianças cantarem na entrada da escola. Isto ocorreu no ano de 1874

As duas registraram a composição em 1893, até que em 1923 a composição foi publicada num livro de Robert Coleman, tendo conservado a melodia e alterado o verso para Happy Birthday to You" ("Feliz Aniversário a Você"), versão que rapidamente se popularizou. Em 1933 Jessica Hill, irmã das verdadeiras autoras, ingressou na justiça reivindicando os direitos autorais, saindo vitoriosa.

A música chegou ao Brasil, ainda cantada em inglês.

Almirante, da Rádio Tupi do Rio de Janeiro, organizou em 1942 um concurso para escolher uma letra que casasse com a melodia de "Happy Birthday To You". Dentre cerca de 5 mil participantes, a vencedora escolhida por um juri composto por imortais da Academia Brasileira de Letras foi Bertha Celeste Homem de Mello, paulista de Pindamonhangaba. Bertha, até sua morte, em 1999, fazia questão de que as pessoas cantassem a letra do jeito que ela escreveu, como no excerto abaixo:


Parabéns a você,
nesta data querida,
muita felicidade,
muitos anos de vida...


No Brasil é costume declarar o seguinte bordão após cantar esta música ao aniversariante:

É pique, é pique. é pique, é pique, é pique! é hora, é hora. é hora, é hora, é hora! rá-tim-bum

Uma das possíveis origens para este bordão é o ambiente acadêmico da Faculdade de Direito do Largo São Francisco, cujos estudantes eram convidados para festas de aniversário e utilizavam os seus bordões de costume para animá-las. O bordão é uma colagem de diversos outros bordões usados pelos estudantes, como pic-pic referindo-se a um dos estudantes que mantinha consigo uma tesoura para aparar a barba e o bigode e rá-tim-bum que teria se originado do nome Timbum de um rajá indiano que teria visitado a faculdade.


Fonte: Wikipédia.