quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Situações mal resolvidas

















*









Não me sinto bem diante de situações mal resolvidas, no entanto, muitas vezes, o jeito como elas são resolvidas me deixa pior ainda. E hoje foi assim. Testemunhei uma situação (que prefiro que fique no anonimato) muito chata e que precisava ser resolvida de uma forma ou de outra. E assim aconteceu. Saí do local chateada e me perguntando:- será que não dava pra se resolver de uma forma mais amigável, mais generosa, mais humana?
Este nosso tempo moderno nos faz assim:- sem paciência para ouvir e entender os motivos que leva o outro a ter atitudes inconvenientes, discrepantes e contraditórias a tudo. Aos poucos a falta de paciência e o estresse demasiado vai tomando conta do ser humano. Este assunto dá muito pano pra manga mas prefiro parar por aqui. :)

Pensando e repensando, me veio à mente o filme A Segunda Chance e a letra de uma música que gosto muito, que tenho na área de trabalho do meu PC e que estou sempre ouvindo:


Paciência
Lenine

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
A vida não para...

Enquanto o tempo
Acelera e pede pressa
Eu me recuso faço hora
Vou na valsa
A vida é tão rara...

Enquanto todo mundo
Espera a cura do mal
E a loucura finge
Que isso tudo é normal
Eu finjo ter paciência...

O mundo vai girando
Cada vez mais veloz
A gente espera do mundo
E o mundo espera de nós
Um pouco mais de paciência...

Será que é tempo
Que lhe falta para perceber?
Será que temos esse tempo
Para perder?
E quem quer saber?
A vida é tão rara
Tão rara...

Mesmo quando tudo pede
Um pouco mais de calma
Até quando o corpo pede
Um pouco mais de alma
Eu sei, a vida não para
A vida não para não...

Será que é tempo...

* No próximo post o vídeo da música. :)


Amizade é a aceitação de cada um como realmente ele é.

Carl Rogers

Nenhum comentário:

Postar um comentário